Se você não leva muito jeito com plantas ou sofre com a falta de tempo para cultivá-las, saiba que existe uma espécie ideal para o seu estilo de vida: os cactos. Eles podem ser encontrados em diversos tamanhos e formas e, com certeza, você vai descobrir um ideal para qualquer ambiente do seu lar. Veja como é fácil levar a natureza para dentro de casa sem preocupação:

  1. Frequentemente você se esquece de molhar as plantas ou simplesmente não sobra tempo? Saiba que os cactos têm uma forma de armazenar água em quantidades muito maiores do que outras espécies. A questão aqui é o contrário: se você regá-los com uma maior frequência do que entre sete ou dez dias, eles podem até morrer
  2. Se sua casa é muito quente e o sol é intenso em algum período do dia, deixe seu cacto exatamente nesse lugar. Essa espécie adora receber luminosidade direta por horas. A planta ficará cada dia mais bonita.
  3. Os cactos não precisam ser podados! Quando essa espécie cresce muito, ela não perde sua forma característica. Se você decidir cortá-lo um pouco, ele pode até ficar com um aspecto bem estranho. As versões pequenas da planta não precisam de nenhum tipo de corte.
  4. A variedade de tamanhos da família dos cactos permite que você tenha um na sala de seu apartamento ou em um enorme jardim. Dos mini aos de grande porte, todos conseguem viver em vasos.

 

Confira algumas dicas de como cuidar do seu cacto:

#Luminosidade: Precisam de sol pleno. Quando ficam na sombra, tendem a entortar, sempre em busca da luz. Além disso, seus espinhos vão se afinando e perdendo o colorido que lhes dá a beleza típica da espécie.

#Água: Em seu ambiente natural, vivem com pouquíssima água, porque dispõe de raízes longas captando rapidamente qualquer quantia de água.
Quando estão plantadas em vasos, regue uma vez por mês. Deixe a terra secar completamente, para então regar com abundância, até verter água pela drenagem no fundo do vaso.

#Solo: Uma boa opção é misturar 1/3 de terra comum, 1/3 de areia grossa e 1/3 de matéria orgânica (húmus de minhoca, esterco curtido etc.).

#Ventilação: Nunca coloque o cacto em locais abafados, como lavabos ou banheiros fechados. A planta deve ficar perto de uma janela ou sacada com boa ventilação.

#Pragas e doenças: O cacto é uma espécie suscetível à ataque de cochonilhas e pulgões. Quando isso acontecer, o ideal é retirar a planta do vaso e passar uma escova macia com água e sabão neutro até eliminar todos os vestígios. Deixe o cacto secar na sombra por aproximadamente cinco dias e replante-o em um novo vaso com novo substrato.

Fonte da imagem: www.verdeinterior.com.br
Fontes: www.casa.umcomo.com.br e www.estilo.uol.com.br